São quatro os ciclos da Lua ao longo de cada mês, com sete dias cada um.

Lua nova, crescente, cheia e minguante.

Na Lua nova o Sol e a Lua estão em conjunção, isto é, no mesmo signo, em graus exatos ou bem próximos, razão pela qual quase não há luz refletida da Lua, o que a deixa praticamente invisível. Como se encontram  “unidos” no mesmo grau, este é considerado o ponto inicial do ciclo. Ótimo momento para novos projetos, relacionamentos, empreendimentos. Hora da semeadura. Considerado um período fértil. Nesta fase prevalece o instinto, o que nos move e nos leva a agir. Lembre-se de colocar uma intenção e um propósito em tudo o que iniciar, pois assim você direciona e dá um significado para aquela ação!

Na Lua Crescente, ela está a 90graus antes  do Sol . Por exemplo, sol em Touro, lua em Leão!

Pode-ver a metade dela. Momento para dar sequência ao que foi iniciado, com perseverança e firmeza. Não é hora de desistir e sim de sustentar . Superar eventuais obstáculos, ultrapassar as barreiras, caso surjam! É a primeira etapa da construção. A ideia, o projeto começa a tomar forma. Se for identificado que não é viável, é nesta fase que de acontecer a correção da trajetória, mudança de rumo. Esta é a fase que indica a energia que vai predominar ao longo do ciclo, seja de sucesso ou de adversidades.  Faça boas escolhas com discernimento. Coloque sua energia nas boas sementes!

Na Lua Cheia,  Sol e Lua estão a 180 graus de distância, e assim a lua reflete cem por cento a luz solar, o que faz com que a vejamos plena. Esta é a razão pela qual quando o sol está em um signo (por exemplo Áries) e a lua está no signo oposto complementar (Libra)  dizemos que é a Lua Cheia de Áries, pois ela está refletindo e irradiando a Luz Solar de Áries. A Lua cheia é uma lua de plenitude. Momento de realização para quem teve seus objetivos cumpridos, podendo causar ansiedade para quem não superou as questões trazidas pelas etapas anteriores. O magnetismo da Lua Cheia influencia os níveis da água no Planeta, nos corpos humano e animal e nas seivas das plantas. As marés ficam mais altas devido ao aumento da força gravitacional, e há o aumento da água no organismo, provocando maior incidência de partos. Não são recomendadas cirurgias nesta Lua, se puderem ser previamente planejadas, em função de maior propensão às hemorragias (sabedoria ancestral)!

Na Lua Minguante, ela está a 90graus após o sol, caminhando em direção à próxima conjunção, ou Lua Nova, quando o ciclo recomeça. Aqui a luz refletida da Lua diminui progressivamente. O período é de recolhimento e análise do ciclo anterior para avaliar o que vale a pena deixar para trás, deixar ir, e o que vale levar a diante. Esta é uma fase  de adaptação e de entrar no fluxo sem resistência. Etapa de finalização e de eliminar pendências. Após esta etapa vem a cura e a preparação para recomeçar na Lua Nova que segue. Momento de seguir a intuição e entender que colhemos o que de alguma forma semeamos. Hora de fazer a limpeza final, deixando o terreno preparado para a próxima semeadura. Não é momento para começar e sim para encerrar e armazenar forças para o próximo ciclo.

%d blogueiros gostam disto: