A ETERNA BUSCA PELO QUE JÁ SOMOS!

 A Unificação

Cá estamos nós procurando juntar as partes, os fragmentos, expandindo a consciência para uma visão multidimensional, quântica, integral do ser humano, do Planeta e quem sabe do Universo! Estamos recuperando a compreensão sistêmica, despertando a visão integrativa! Um dia o Homem ficou em pé, ensimesmado, e agora descobre que é necessário levantar a cabeça, olhar em volta, para o entorno e para o outro, para todos os reinos da natureza e com um pouco mais de sorte, também para as estrelas! Um longo caminho!!!

A esperança é que após experimentar os extremos, estejamos prontos para chegar ao caminho do meio, o caminho do coração, o centro, o Sol, o retorno a essência. Somos candidatos a Filhos de Deus, o Homem unificado, que transcendeu a si mesmo.

Após eras, civilizações, idas e vindas, estamos re-despertando para a busca do Amor! AMOR, o que tudo É, criador e criativo. Caminho do perdão, da compaixão, acolhimento, integração, inclusão, reconhecimento do outro em si e de si no outro. Retomada da ética, valores de colaboração, o bem comum! SOS Humanidade!!! Resgate! Cultura de Paz!

Lembrança de que, assim como somos compostos por células, sistemicamente somos uma célula no corpo planetário, que é uma célula do sistema solar e assim por diante. Tudo está ligado. O visível e o invisível, o micro e o macro. Assim como encima, embaixo, o fora que espelha o dentro. Somos um em essência com o Universo. Estamos buscando o fio da meada para resgatar a nós mesmos, nossos sonhos, aspirações e esperanças. Este fio se chama Fé! A Fé que inspira e move. Pensam que a Fé é abstrata? Não, ela é física, feita de substância, a matéria prima de nossa ponte interna, que possibilita e permite que cheguemos às dimensões mais elevadas de nossa consciência, e a qual atravessaremos para voltar à Casa, nossa verdadeira morada. “EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA” , disse o Cristo.

Estamos aqui a serviço de algo maior! Somos Vida manifestada, cujo centro vibra o AMOR, de onde viemos e para onde voltaremos.

Este já não será em si mesmo o maior significado e resposta para a própria razão de Ser e existir?  Este é o momento exato para retomarmos a consciência de co-criadores e agir como tais, assumindo Quem Somos, fazendo novas escolhas em direção à nossa realização enquanto Seres Humanos. Quem em nós escolhe? De que lugar em nós partem nossas motivações e escolhas?  Esta consciência é o maior ATO DE FÉ que nos devolverá o significado da verdadeira Vida.